Category Archives: Artigos

Alimentos que ‘roubam’ calorias e fazem você emagrecer com saúde

 Já ouviu falar em caloria negativa? As comidas desse grupo exigem que o corpo queime mais calorias do que as que elas mesmas fornecem. E o esforço para digeri-las é tremendo, o que faz o metabolismo trabalhar dobrado. Isso significa que, no final das contas, o valor calórico consumido será nulo – daí o termo.

Esse grupo valoroso é uma mão na roda para quem quer emagrecer, apesar de ainda não existir evidências científicas que comprovem essa ação exterminadora de quilos extras. Porém, algumas pesquisas demonstram que uma dieta com esses ingredientes auxilia, sim, na perda de peso, garante a nutricionista Vanessa Leite, especialista em psicologia do emagrecimento.

Entram nessa categoria os alimentos hipocalóricos e ricos em fibras, que são mais difíceis de digerir. Como se não bastasse tal vantagem, essa turma é ainda carregada de antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres e, consequentemente, a prevenir uma série de doenças.
Porém, é importante frisar que não vale fazer uma dieta só com esses alimentos. O corpo precisa de energia e do equilíbrio entre carboidratos integrais, proteínas magras e gorduras do bem, afirma Vanessa. Então, encare os ingredientes com caloria negativa como facilitadores do emagrecimento e não como as estrelas únicas do cardápio.

Saiba alguns desses alimentos poderosos e experimente três receitas bem leves para usufruir dos seus benefícios:

Share Button

Nutrição: Dra. Luiza mostra como ter uma vida mais saudável

Dicas nutricionais para uma vida mais saudável

É importante a realização de 5 a 6 refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar) e mantenha pequenos lanches nos intervalos;

Faça seu café da manha bem reforçado, preferindo alimentos que tragam energia;

Evite ficar sem se alimentar por mais de 4 horas;

Coma frutas, verduras e legumes diariamente, preferindo alimentos crus e frescos;

Reduza os alimentos ricos em sal, gordura ou açúcar, esses alimentos aumentam as chances de desenvolver hipertensão, doenças cárdicas, diabetes e muitas outras;

Evite queijos amarelos, óleos, miúdos e vísceras estes alimentos são ricos em gordura saturada.

Alimentação saudável envolve a escolha e a quantidade de alimentos, mantendo sua saúde plena o seu peso ideal. Evite fazer dietas que são restritas em apenas um tipo de alimento, o alimento sozinho não fornece todos os nutrientes que o organismo precisa.

Luiza Luiza Souza, Nutricionista e moradora do Bairro de Fátima

Share Button

Após lavar as mãos, não as esfregue

maosAlgumas pessoas têm um hábito arraigado e quase inconsciente de esfregar uma mão na outra logo após lavá-las na pia. Um estudo da Universidade de Bradford, na Grã-Bretanha, concluiu que esse ato logo após a lavagem espalha bactérias da pele pelo ar. Se você esfrega as mãos debaixo de um daqueles secadores quentes, em banheiros de estabelecimentos comerciais, o efeito é multiplicado: o jato de ar se encarrega de propagar os micróbios por todo o banheiro. Se uma pessoa com a imunidade baixa entra ali, vira alvo fácil para infecções.

A coordenadora do estudo da universidade britânica, Anna Snelling, fez uma experiência interessante: pediu para 14 voluntários usarem os secadores de mãos no banheiro. Enquanto alguns eram instruídos a esfregar as mãos, outros não deviam fazê-lo. Ao comparar os resultados, ela descobriu que não esfregar as mãos reduzia o volume de bactérias em 37% comparado a sair do toalete sem lavar as mãos (esperamos que você não tenha se inclinado para essa opção), enquanto esse índice foi de apenas 18% quando os participantes esfregavam as mãos.

Share Button

Nutricionista do BF fala sobre alimentação da mulher

A alimentação é importante para todas as faixas etárias. Uma alimentação saudável pode manter o peso ideal, auxiliar a mulher a manter a saúde do corpo, e, com isso evitar os desconfortos decorrentes das mudanças hormonais e a prevenir diversas doenças. Seja qual for à idade, comprometendo-se a uma dieta saudável a mulher vai se sentir melhor, consumindo alimentos que não cause danos á sua saúde ajudando-lhe a manter sua boa forma.

Durante a puberdade, o corpo das meninas se desenvolve rapidamente, levando a uma preocupação com a imagem corporal. Com o objetivo de emagrecer elas acabam adotando dietas da moda e pular refeições. Tudo isso pode levar a uma deficiência de nutrientes.

Para muitas mulheres o tempo de trabalho, a correria dentro de casa, educar os filhos e cuidar de idosos deixa pouca ou nenhuma atenção para si. Fazer mudanças simples na sua alimentação pode melhorar sua saúde. O ganho de peso, câncer de mama, osteoporose, deficiência de ferro, todos estes são exclusivos para as mulheres, ou são mais prevalentes em mulheres. Aqui estão algumas dicas de saúde, especialmente para as mulheres:

Para ajudar a aliviar os sintomas da TPM: evitar café, refrigerantes, álcool e temperos industrializados.

Uma doença que acomete as mulheres é a osteoporose, diminuir o consumo de café, chá preto, refrigerante tipo cola e chocolate em excesso, álcool e fumo. Aumentar o consumo de agrião, acelga, brócolis, couve, aveia de preparo instantâneo, sementes de gergelim, flocos de cereais, leite de vaca integral ou desnatado, iogurte, leite de cabra, queijo minas frescal, ricota, sardinha, salmão pois são ótimas fontes de cálcio.

Consuma fontes naturais de soja, como leite de soja, nozes e soja. Comer quantidades moderadas de produtos á base de soja pode ajudar a diminuir os sintomas da menopausa.

Reduza quantidade de alimentos que são ricos em gordura saturada, pois pode aumentar o risco de doenças cardíacas e derrames.

Aumentar o ácido fólico na alimentação, incluindo vegetais verdes folhosos, frutas cítricas, morangos e legumes. Especialmente pra mulheres que estão pensando em engravidar ou já estão na fase inicial da gestação, é essencial pra diminuir o risco de ter uma gravidez afetada com defeitos na formação do tubo neural.

Estas são somente algumas dicas de alimentação saudável para ajudar você e outras mulheres a ficar em forma e aproveitar a vida!

Luiza Luiza Souza, Nutricionista e moradora do Bairro de Fátima

Share Button

Gastronomia e manipulação de alimentos: critérios de escolha

Por Rômulo Macêdo

Muitas pessoas pensam que na gastronomia, é só pegar uma receita e executar…Colocar um jaleco qualquer e já se denominar “chef”, mas as coisas não são assim. Ninguém age assim em relação à medicina, odontologia, farmácia, etc., mas em algumas áreas especificamente o desrespeito para com os profissionais que se dispuseram a pagar o preço de tempo e dedicação para ter uma formação, como na gastronomia, buffet, cerimonial, música, etc., a pretensão e o menosprezo são maiores, pois qualquer um acha que, do dia para a noite, depois de ler na web algum artigo de não se sabe quem (como na Wikipédia, que os artigos sequer podem ser assinados, ou seja, que confiabilidade do ponto de vista da metodologia da pesquisa há?) pode oferecer seu “serviço” ao mercado…

Uma empresa, porém, deve ter profissionais com formação em todos as áreas nas quais disponibiliza serviços, todas, sem exceção. Seja certificados de cursos técnicos reconhecidos, nível superior, pós-graduação, etc. Entretanto, convivemos em meio a um mercado no qual os serviços com falhas técnicas são bastante nítidos, e que demonstram desconhecimento dos requisitos básicos de formação ou daquilo que é rudimentar.

Share Button

Hoje é celebrado o 2 de julho, Dia da Independência da Bahia

A declaração de independência feita por Dom Pedro I, em sete de setembro de 1822, deu início a uma série de conflitos entre governos e tropas locais ainda fiéis ao governo português e as forças que apoiavam nosso novo imperador. Na Bahia, o fim do domínio lusitano já se fez presente no ano de 1798, ano em que aconteceram as lutas da Conjuração Baiana. No ano de 1821, as notícias da Revolução do Porto reavivaram as esperanças autonomistas em Salvador. Os grupos favoráveis ao fim da colonização enxergavam na transformação liberal lusitana um importante passo para que o Brasil atingisse sua independência. No entanto, os liberais de Portugal restringiam a onda mudancista ao Estado português, defendendo a reafirmação dos laços coloniais. As relações entre portugueses e brasileiros começaram a se acirrar, promovendo uma verdadeira cisão entre esses dois grupos presentes em Salvador. Meses antes da independência, grupos políticos se articulavam pró e contra essa mesma questão.

No dia 11 de fevereiro de 1822, uma nova junta de governo administrada pelo Brigadeiro Inácio Luís Madeira de Melo deu vazão às disputas, já que o novo governador da cidade se declarava fiel a Portugal. Utilizando autoritariamente as tropas a seu dispor, Madeira de Melo resolveu inspecionar as infantarias, de maioria brasileira, no intituito de reafirmar sua autoridade. A atitude tomada deu início aos primeiros conflitos, que se iniciaram no dia 19 de fevereiro de 1822, nas proximidades do Forte de São Pedro. Em pouco tempo, as lutas se alastraram para as imediações da cidade de Salvador. Mercês, Praça da Piedade e Campo da Pólvora se tornaram os principais palcos da guerra.

Share Button

DIGA NÃO! Abuso e exploração sexual é crime

Abuso-sexualA violência sexual praticada contra crianças e adolescentes, pode se manifestar de diversas formas, desde o abuso sexual – ato em que o adulto submete o menor, através da força física, ameaça ou sedução para se estimular ou satisfazer-se sexualmente -, até a exploração sexual, quando pessoas ou empresas (rede de prostituição, pornografia e o tráfico) se beneficiam economicamente, direta ou indiretamente, da atividade sexual. Esses fenômenos sociais são crimes e acima de tudo violação dos Direitos Humanos.

As vítimas desse tipo de violência sofrem danos, conseqüências irreparáveis em seu desenvolvimento físico, psíquico, social e moral. Os casos de abuso sexual na infância e na adolescência são de difícil suspeita ou de complicada confirmação, pois, em sua maioria são praticados por pessoas ligadas diretamente às vítimas e sobre as quais exercem alguma forma de poder ou de dependência. Portanto, atenção aos possíveis sinais corporais e condutas das vítimas de abuso ou exploração sexual:

-Isolamento social e fuga de contato físico;

Share Button