ANO LETIVO EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE ITABUNA SERÁ MARCADO POR INCENTIVO À LEITURA

leitura.jpg

Nesta quinta-feira (27) mais de 20 mil alunos retornam às aulas na Rede Municipal de Ensino em Itabuna para o ano letivo de 2014. Este ano, um dos principais objetivos da Secretaria da Educação será o incentivo à leitura. Para tanto está sendo elaborado o Plano Municipal de Leitura e preparados o Festival da Leitura e uma Feira Literária que devem envolver toda a comunidade.

“Estamos decididos a tornar Itabuna uma cidade leitora. Vamos nos dedicar com intensidade a esse objetivo”, afirmou a secretária da Educação Dinalva Melo do Nascimento lembrando que para alcançar a meta a Secretaria firmou parceria com a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), que também trabalha na organização desses eventos.

Outro projeto para o ano letivo é o “Cirandando Brasil”, em parceria com a Petrobras e o Governo do Estado, que vai capacitar 100 professores para agregar leitura e a cultura das brincadeiras ao cotidiano das escolas municipais. A secretária Dinalva Melo explica que o projeto se encaixa no ideal da cidade de paz, implantado pela administração municipal, por isso os professores capacitados devem se tornar multiplicadores das técnicas estudadas.

Seguindo a linha de incentivo para cultura e leitura os 11 sábados letivos deste ano serão temáticos e vão envolver discussões importantes para a comunidade, a exemplo da violência, drogas, papel da família e datas comemorativas. “Vamos estimular a presença do aluno aos sábados por meio de atividades lúdicas estimulantes”, comentou Dinalva.

MUDANÇAS

O ano letivo de 2014 traz como novidade o remanejamento dos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental I para o Ensino Fundamental II. A mudança inclui esses estudantes no Ciclo da Adolescência e garante acesso a aulas de Língua Estrangeira e Educação Física, ausentes na série anterior.

Para os professores a melhoria vem com o cumprimento da Lei do Piso, que nos próximos três meses deve reduzir a jornada de trabalho de 40 horas para 26 horas e de 20 horas para 13 horas, ficando o restante do tempo livre para atividades de planejamento, estudos e organização.

Durante as férias nove escolas foram completamente reformadas, outras seis já estavam prontas e quatro estão em fase final de ampliação. Nas escolas Everaldo Cardoso, no São Caetano, e Flávio Simões, no Califórnia, o início das aulas não acontece nesta quinta-feira, devido às obras de ampliação. No entanto, segundo a secretária da Educação, Dinalva Melo, o calendário será remanejado em reunião com os pais e responsáveis, de forma que não atrase os alunos. “O calendário será cumprido”, garantiu.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *