Assistência Social prioriza ações destinadas às famílias carentes

Uma das secretarias de maior relevância e a mais ligada às propostas de governo do prefeito Claudevane Leite é a Assistência Social (SAS). A secretaria é a responsável pela elaboração e implantação das políticas públicas de assistência social em Itabuna e atende milhares de famílias que vivem em situação de extrema pobreza e riscos sociais nas mais diversas áreas.

O secretário José Carlos Trindade destaca alguns dos principais programas que mereceram atenção especial no inicio da atual gestão, a exemplo do Programa Bolsa Família que atende mais de 23 mil famílias muitas das quais dependem exclusivamente desse beneficio. A preocupação da Prefeitura é manter atualizado o cadastro das famílias já assistidas e a incluir outras que ainda estão fora do beneficio.

O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) é outra ação importante da secretaria. Atualmente o município conta com 11 núcleos instalados em bairros periféricos de Itabuna e atende a cerca de 600 crianças e adolescentes de até 16 anos em situação de risco social.

Nas férias escolares deste ano, a Assistência Social promoveu uma Colônia de Férias com atividades educativas em várias partes da cidade, inclusive no Jequitibá Plaza Shopping. A medida visou impedir que os alunos voltassem a trabalhar nas ruas como lavadores de carro ou como pedintes.

O Peti desenvolve um conjunto de ações sócio, educativas e culturais no período oposto ao da escola regular e ainda oferece fardamento completo, material didático, esportivo e alimentação.

A Escola Profissionalizante, também mantida pela Secretaria da Assistência Social, vai profissionalizar pelo menos 800 pessoas só no primeiro semestre deste ano, com a oferta de 10 cursos gratuitos já iniciados neste mês. As aulas são ministradas nos três turnos e beneficiam alunos com idade a partir de 16 anos.

O Departamento de Atenção Básica Social mantém atendimento ininterrupto, sendo um dos mais procurados da prefeitura. O setor recebe diariamente mais de 100 pessoas que são orientadas e encaminhadas a programas como o Beneficio de Prestação Continuada (BPC), Passe Livre, (para idosos e deficientes) e Plantão Social (auxilio moradia e funeral, isenção de taxa para segunda vida de registro civil e encaminhamento à rede sócio assistencial).

Presente para bebês

O programa também atende a gestantes e conta no momento com 50 mulheres grávidas, que além de assistência médica, assistem palestras e participam de oficinas de artesanato. As futuras mamães quando estão no oitavo mês de gestação, também recebem enxoval para o bebê doado pela Prefeitura.

O secretário José Carlos Trindade lamenta que muitos dos departamentos de sua secretaria ainda não estejam funcionando plenamente devido ao sucateamento do espaço físico, falta de banco de dados e equipamentos e de veículos. “As informações cadastrais e a situação de cada programa social foram apagadas no final da administração anterior o que tem dificultado a agilização das ações”, comentou.

Trindade adianta que, apesar da situação crítica em que foi encontrada a secretaria, o atendimento à população não para. Ele também está confiante com os contatos feitos na busca de investimentos para a implantação de novos projetos que vão ajudar a eliminar a desigualdade social e promover uma melhor qualidade de vida de parte da comunidade itabunense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.