Bahia apresenta mais de 42 mil empregos formais entre janeiro e novembro

ctps.jpg

De janeiro a novembro de 2014, a Bahia apresentou saldo positivo de 42.826 empregos formais, com destaque para o interior (28.221 empregos), que registrou o dobro dos postos de trabalho gerados na Região Metropolitana de Salvador (RMS) no período – 14.605. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).

De acordo com a pesquisa, no mês, a Bahia contabilizou 2.904 empregos com carteira assinada, resultado que expressa a diferença entre o total de 60.583 admissões e 57.679 desligamentos.

Ainda no mês em análise, dos oito setores de atividade, cinco tiveram saldos positivos no estado. O maior foi registrado no comércio (+4.467 postos), seguido pela construção civil (+2.526 postos) e serviços (+2.426 postos). Serviços industriais de utilidade pública e extrativa mineral obtiveram saldos positivos, porém modestos, criando respectivamente 57 e 15 novos postos de trabalho. Os setores que registraram saldos negativos foram agropecuária (-4.060 postos), indústria de transformação (-2.126 postos) e administração pública (-401 postos).

No acumulado dos 11 primeiros meses de 2014, dos oito setores de atividade, seis apresentaram saldos positivos. Os setores com maior saldo acumulado foram serviços (+29.724 postos), comércio (+8.630 postos) e agropecuária (+3.294 postos), indústria de transformação (+1.306 postos) administração pública (+366 postos) e construção civil (86 postos). Entre os setores com saldos negativos, no acumulado do ano, estão extrativa mineral (-438 postos) e serviços industriais de utilidade pública (-142 postos).

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *