BOXES DA FEIRA LIVRE DO CALIFÓRNIA COMEÇAM A SER PADRONIZADOS

BOX Foto Pedro Augusto 1.jpg

Após a remoção dos antigos balcões e com espaços dos boxes definidos por meio de planta estrutural, a Prefeitura de Itabuna deu inicio nesta semana à padronização dos boxes usados para a venda de carnes na feira livre do Bairro Califórnia. A construção dos boxes está sendo feita pela iniciativa privada em parceria com a Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente para que sejam adequados às exigências da Portaria nº 304/1996, do Ministério da Agricultura.

A Portaria estabelece que a comercialização de carnes e miúdos de bovinos, bubalinos e suínos somente poderá ser feita com temperatura de até 7 graus centígrados. Na feira do Califórnia estão sendo construídos 28 espaços de 10 metros quadrados pensados para melhorar a comodidade, o conforto e a segurança alimentar da clientela e dos feirantes visando cumprir as normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em uma das principais feiras livres do município.

Para o feirante Adalberto Ribeiro dos Santos, que há 20 anos trabalha no local comercializando carne de aves, esta é a oportunidade de cumprir as regras e aumentar a qualidade do que é vendido à clientela. “A nossa expectativa é atrair novamente os clientes que se afastaram das feiras livres pelas más condições de higiene. Todo o investimento que está sendo feito nos permitirá colher futuramente frutos bons e também atrair uma nova clientela para os boxes que estarão dentro do padrão de exigência sanitária”, afirma.

Pelo menos um box já teve iniciada a construção depois de a Prefeitura ter feito a medição da área, definido espaços para cada feirante e autorizado o início das obras. Outros feirantes estão prevendo começar as obras até a próxima segunda-feira. “Muitos feirantes já estiveram na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente para ter acesso a planta parta que a construção do box cumpra o padrão estabelecido pela Prefeitura”, explica o diretor de associativismo da Seagrima, Claudio Robério Silva Mendes.

Segundo ele, desde 2013 os técnicos da Prefeitura trabalham para que as feiras livres da cidade, incluindo o Centro Comercial de Itabuna, tenham melhor organização, se adequem as exigências sanitárias e passem a vender carnes refrigeradas na tempera exigida. “Com a padronização ganha a sociedade e o próprio feirante”, enfatiza.

PMI

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *