CAMPANHA NACIONAL PARA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS EM ITABUNA TEVE SALDO POSITIVO

Plantio de muda.jpg

Neste sábado, 27, é comemorado o Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. Em Itabuna, a programação se estendeu durante todo o mês de setembro para sensibilizar a comunidade em geral com palestras, reuniões e distribuição de material informativo.

O plantio de uma árvore na Avenida Aziz Maron, no início dessa semana, encerrou as atividades e simbolizou a esperança daqueles que ainda estão na fila de espera por um transplante. A Organização de Procura de Órgãos (OPO), que funciona no Hospital de Base, mantém uma lista com 250 pacientes de Itabuna e região.

Para a coordenação da OPO, as atividades realizadas nesta semana foram produtivas e o mês bastante proveitoso, pois fez com que muitas pessoas declarassem vontade de se tornar doadoras. “Conseguimos mobilizar e tornar o assunto conhecido de muita gente. Essa conscientização vai se refletir no futuro com a ampliação da doação de órgãos”, disse a enfermeira Anna Maria Aragão, responsável pela mobilização para Doação de Órgãos na Secretaria Municipal da Saúde.

Ao longo do mês as atividades foram organizadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna, Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes (COSET) e a OPO e teve ainda a participação da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e da Fundação Pau-Brasil, com a doação de uma muda da árvore símbolo do país para o plantio na beira-rio.

Para promover transplantes de falecidos e de inter-vivos, a campanha continua cotidianamente na OPO. Neste último caso é bem mais raro, ocorre entre duas pessoas vivas e podem ser doados, especialmente, parte do fígado, um rim, medula óssea e sangue. Os transplantes renais são os mais comuns na região.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *