Capivaras ameaçam: “Próximo passo é invadir o shopping!”

Capivaras na Beira-RioCerca de seis capivaras invadiram na noite de quinta-feira (7) o canteiro central da Aziz Maron, avenida que beira o rio Cachoeira, região central de Itabuna e cartão postal da cidade sul-baiana, em frente ao único shopping center da região. Segundo o líder do movimento, João Capivara, o objetivo do grupo é chamar a atenção da população e das autoridades para a crise ecológica que assola os bichos: “Tamanha é a poluição do Rio Cachoeira que está insuportável viver nesse meio ambiente”, protesta Capivara. “Marcharemos agora em direção ao shopping!”.

A população, que já viveu dias de glória graças à riqueza do cacau, apoia o movimento. Segundo um leitor que se identificou como Xuxa, “Não são eles que invadem, nós é que acabamos com o mundo, destruímos o habitat de qualquer animal”. E completando seu desabafo, exclamou; “Não é a prefeitura que tem que tomar jeito, é a humanidade que tem que ser extinta!”.

Já uma leitora, identificada apenas como Daiana, talvez calejada com a insegurança pública, uma entre as várias doenças que assolam Itabuna, acha “normal” a presença dos bichos na urbe e se surpreende com a “problematização”, criticando a imprensa por noticiar o fato: “As capivaras estão nesse lugar há um tempo já, onde se adaptaram bem e conseguiram reproduzir. Só tenho visto pessoas admirando a presença delas aí”. E alfineta: “Vá cuidar de divulgar os reais problemas da cidade! Passar bem!”.

De acordo com o blog Políticos do Sul da Bahia, em dezembro do ano passado uma capivara atacou uma criança que tentou se aproximar, episódio que teve grande repercussão. Portanto, os frequentadores e comerciantes do shopping, especialmente aqueles que servem pratos tentadores na Praça de Alimentação, que se preparem: as capivaras vêm aí!

Foto e comentários de leitores: blog Políticos do Sul da Bahia

Carlos Malluta

Assessor de/da Imprensa

(73) 9.9133-4523 (Tim) / (73) 9.8877-7701 (Oi)

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *