CONSELHO DOS DIREITOS DA MULHER DE ITABUNA É EMPOSSADO

Foto Wilson Oliveira

Com a presença da secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Olívia Santana, do vice-prefeito Wenceslau Júnior, do secretário da Assistência Social, José Carlos Trindade, e de grande público, a diretoria do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher tomou posse em solenidade na noite de sexta-feira no plenário a Câmara da Câmara de Vereadores para o biênio 2015-2017. O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, que não pôde comparecer porque cumpria outra agenda, mas antes da solenidade disse que se sentia honrado por tomado a iniciativa de reativar o Conselho da Mulher, propiciando que a posse se desse justamente na semana em que as mulheres são homenageadas por causa do seu dia (8 de março).

O vice-prefeito Wenceslau Junior destacou que a atual administração ao reativar o Conselho dos Direitos da Mulher atendeu à demanda da sociedade civil. Na oportunidade, ele anunciou a realização de um mutirão para a realização gratuita 5.400 de exames de mamografia em mulheres acima de 35 anos, entre os dias 12 e 26 desse mês, em uma carreta na Praça Rio Cachoeira, como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, tendo orientando as mulheres a se inscrever na unidade de saúde mais próxima de casa. 

A secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Olívia Santana, ressaltou que a luta das mulheres por políticas públicas garante seus direitos e o combate à violência de que são vítimas. Segundo ela, o Governo do Estado tem incentivado a organização das mulheres em nível estadual e dos municípios para que seus direitos estejam protegidos. Já o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB-BA) afirmou que as mulheres ainda são vítimas da violência, tendo destacado a votação pela Câmara Federal nesta semana do projeto que torna crime hediondo o assassinato de mulheres, com pena entre 12 e 30 anos.

A representante da APLB – Sindicato, Rute Menezes, que também integra o Conselho Estadual de Política para as Mulheres, falou do pedido que apresentou na primeira reunião do ano para que a Secretaria de Política para as Mulheres construa uma Casa Abrigo para albergar mulheres que tenham sido vítimas da violência em Itabuna. “É um local essencial para as vítimas das agressões que, muitas vezes, são obrigadas a conviver com o agressor por falta de um espaço adequado para a sua proteção”, destacou.

Coube ao secretário da Assistência Social, José Carlos Trindade, dar posse às 24 conselheiras e à diretoria executiva integrada pela presidente Sueli Maride Souza; vice-presidente, Célia Evangelista secretária, Flávia Layane Oliveira da Silva; e tesoureira, Renata Tereza Brandão Meireles. A solenidade contou com a presença os vereadores Carmem do Posto, Pastor Francisco Edes e Jairo Araújo, além de representantes da subseção da OAB, Uesc, 15º Batalhão de Polícia Militar, sindicatos e convidados.

PMI

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *