CURSOS DE PEDREIRO E DE MESTRE DE OBRAS SE DESTACAM NO PRONATEC EM ITABUNA

Curso Pronatec - Foto Gabriel.jpg

Com 300 alunos inscritos em nove cursos gratuitos oferecidos pela Prefeitura de Itabuna, em parceria com o Governo Federal, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) têm atraído pessoas de diversas faixas etárias que desejam uma especialização. Os cursos são ministrados com o apoio do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologias da Bahia (IFBA).

Em Itabuna, são oferecidos cursos de Reparo e Montagem de Computadores, Fotografia, Mão-de-obra e Agente de Inclusão Digital, além dos cursos de Operador de Computador, Músico de Banda, Instalador e Reparador de Redes, Pedreiro de Alvenaria e Mestre de Obras com carga horária que variam de 240 a 360 horas, aulas teóricas e práticas.

Com aulas ministradas no Colégio da Polícia Militar, nos turnos vespertino e noturno, os cursos de Pedreiro de Alvenaria e Mestre de Obras têm sido um dos destaques na grade de cursos oferecidos, despertando a atenção e o interesse de jovens e adultos. Na turma atual, 12 alunos participam do curso de pedreiro e seis o curso de mestre de obra.

Com 360 horas/aula, os participantes são capacitados para executar o assentamento de elementos de alvenarias com e sem função estrutural em edificações, utilizando equipamentos, ferramentas e instrumentos específicos.

A dona de casa Edjane Barreto da Silva, 47, está frequentando as aulas do curso de Pedreiro de Alvenaria e declarou que entrou para o curso por sempre ter convivido com a construção civil. Por conta disso, queria se aperfeiçoar. “Meu pai era pedreiro. Desde criança eu participava das atividades nas construções em que ele trabalhava”, contou.

Segundo Edjane suas duas filhas também se interessaram em participar das aulas e são suas colegas de turma. “Agora, quero ter a oportunidade de trabalhar na área que sempre imaginei atuar. Pretendo entrar no mercado de trabalho quebrando a ideologia de que mulheres fazem parte de um sexo frágil”, afirmou Edjane.

Para Aldaiza da Silva, 18 anos, filha de dona Edjane, é apaixonante participar das aulas ministradas por dois professores. Ela acredita que, no final do curso, já estará trabalhando em alguma grande construção sem preconceito por ser mulher.

“Meu objetivo é me qualificar para o mercado de trabalho. Sabemos que a construção civil é um dos setores que mais cresce no Brasil, mas ainda é dominado pelos homens. Esse cenário está mudando. Estou me preparando para ganhar dinheiro nessa área e assim montar um negócio com minha família”, disse Aldaiza.

Já o estudante Erivan Oliveira dos Santos, 22 anos, que está frequentado o curso de Mestre de Obras, observa que os jovens têm a oportunidade de crescer na profissão que sonha. “Quero seguir os passos de meu e pai e do meu tio, que são pedreiro e mestre de obra. Já estou dominando técnicas que nunca imaginei quando trabalhava como ajudante de pedreiro. Depois desse curso vou trabalhar com mais qualidade”, diz Erivan, que cursa Edificações no IFBA.

O professor Zenildo da Boa Morte explica que os cursos do Pronatec estão ajudando a qualificar a mão-de-obra para setores da construção civil. “A intenção desse curso é oferecer profissionais qualificados para atuar nos segmentos de uma construção. Os módulos de ensino tratam de teorias e práticas de alvenaria estrutural, instalação hidráulica e elétrica, topografia e leitura de projetos”, explicou Zenildo da Boa Morte.

PMI

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *