Dez regras para que seus filhos se desenvolvam harmoniosamente

Na era da informação e tecnologia não é de se admirar que queiramos dicas e instruções para tudo, até mesmo para criarmos nossos filhos. A maioria dos pais não sabe como educar e cuidar dos seus filhos nos tempos de hoje. A correria do dia-a-dia, as prioridades divergentes impede que os pais passem mais tempo com os filhos, atentos ás suas necessidades, dúvidas e transformações físicas e emocionais. Não existe um modo absolutamente certo de criar os filhos, uma cartilha não serviria para todos os pais, mesmo porque cada família tem sua rotina e os filhos se desenvolvem de maneiras diferentes mesmo sendo criados por pais iguais. Para que as crianças se desenvolvam de maneira harmoniosa, seguras, com habilidades sociais, auto-controle e com oportunidades enriquecedoras, a doutora em Psicologia Clínica e terapeuta de casais e família, dá algumas dicas para que esses processos de desenvolvimento na criança aconteçam:

1. Deixe claro o tipo de educação que você quer passar para seus filhos. Os pais devem sempre estar de comum acordo em suas decisões, não devem em hipótese alguma mostrar divergências na frente dos filhos.

2. Convergencia também deve ser a regra quando o assunto estiver ligado a valores. As pessoas não t~em os mesmo valores, por isso é importante que o casal esteja em sintonia quando forem ensinar valores aos seus filhos, optando por aqueles princípios que edificarão a vida dos pequenos.

3. Não interfira na disciplina que seu cônjuge está ministrando ao seu filho. Nunca desautorize seu marido ou esposa na frente do seu filho. Converse com ele em particular e peça orientação do Senhor caso ele (a) mostre resistencia em mudar seu modo de disciplinar.

4. Mostre ao seu filho que existem limites e regras. Todos precisamos de regras, não é diferente com as crianças que precisam de limites para que sintam seguras e estáveis.

5. Desde cedo, ensine seu filho a fazer escolhas e arcar com as consequ~encias. Permita que seus filhos comecem a fazer pequenas e simples escolhas, até que estejam prontas para fazer escolhas sérias e mais difíceis. Escolher e arcar com as consequ~encias favorece o amadurecimento da criança.

6. Permita que seus filhos tentem resolver seus próprios problemas. Quando as crianças trouxerem problemas para você resolver, não se esqueça de perguntar o que ela já tentou fazer para contornar a situação.

7. Fale positivamente com e sobre seu filho. Conversar com o filho e exaltar seus pontos positivos desenvolve sua auto-estima e faz com que se sintam importantes e valorizadas.

8. Explique claramente o porqu~e das suas atitudes. As crianças aceitam melhor qualquer coisa quando entendem a razão do comportamento.

9. Ouça o que seu filho tem a dizer. Preste atenção no que seu filho tem a dizer, ouça seu ponto de vista, assim você saberá como seu filho entende e percebe o mundo ao redor.

10. Apresente seu filho á Deus. As pesquisas indicam que o envolvimento em alguma crença religiosa é fator decisivo para o desenvolvimento das crianças. Acima de tudo, é importante que os pais não se esqueçam de que os filhos vão seguir os modelos. E acredite: Eles estão atentos a tudo o que você diz e faz a cada momento.

Por: Thaís di Campos

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *