EMASA CONCLUI PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Fachada Emasa.jpg

Em apenas um ano da atual administração em Itabuna, a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) já economizou mais de R$3,5 milhões de reais a partir da implantação do Projeto de Eficiência Energética, executado em parceria com a Coelba e a empresa APS Soluções de Energia. “É uma economia considerável para a empresa, a partir da economia de milhões de litros de água por hora e de energia elétrica consumidos num espaço de 12 meses”, disse o presidente da Emasa, Ricardo Campos.

Ele explicou que os benefícios começaram a surgir a partir da substituição de equipamentos antigos e ineficientes, como motores e reatores modernos e mais potentes nas estações de bombeamento e captação onde as atividades já foram executadas.

Na estação de bombeamento do Rio do Braço, por exemplo, um motor foi substituído por outro mais moderno e potente e feito o controle de nível por sinal sonoro no reservatório. A economia de água só nessa área chegou a 278.290 litros de água por hora e mais de 598 MWh de energia elétrica.

O mesmo procedimento foi realizado na estação de bombeamento do bairro Monte Cristo, onde um motor de 125 cv foi substituído por um de 150 cv, com troca de rotor e acionamento feito pelo sistema SoftStart. O resultado foi o benefício no aumento de vazão de mais de 27 mil litros de água por hora.

Já na região de Mutuns foram substituídos dois motores simples por outros mais potentes, bem como o painel de acionamento de motor, que passou a ter o controle de nível automático. De acordo com o relatório divulgado pela Emasa, só nessa área o município conseguiu recuperar 2.805 litros de água/hora, com aumento da vazão em mais de 252 mil litros/hora.

Ricardo Campos reforça a importância da implantação do Projeto de Eficiência Energética na Emasa, uma ação estimulada pelo prefeito Claudevane Leite, ao lembrar que a redução do uso de energia elétrica em qualquer que seja o setor, e em especial na Emasa, estimula a eficiência, o combate ao desperdício e, consequentemente, a economia financeira.

“No caso especifico da Emasa, a eficiência energética começa a obter o melhor desempenho na produção do serviço com o menor gasto possível de energia, o que significa mais recursos financeiros para investir na melhoria dos serviços prestados pela Emasa em Itabuna”, concluiu Ricardo Campos.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *