Embaixador nega que EUA monitoram Brasil

O embaixador dos Estados Unidos, Thomas Shannon, informou nesta segunda-feira (8) ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que não houve coleta de dados pelo governo norte-americano em território brasileiro e também não houve a cooperação de empresas brasileiras com o serviço secreto do país. Segundo Bernardo, Shannon confirmou que o governo norte-americano monitora dados nos EUA como horários das ligações telefônicas, números de telefones e locais onde as chamadas são feitas, o que não inclui o conteúdo das conversas.

Segundo informações da Agência Brasil, o ministro já determinou que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) verifique se empresas de telecomunicações sediadas em território brasileiro violaram o sigilo de dados e de comunicação telefônica. O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) disse que nenhuma operadora fornece informações que possam quebrar o sigilo dos usuários. A Polícia Federal também vai instaurar inquérito para apurar as informações sobre o caso. (BN)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.