ENCONTRO BUSCA SOLUÇÃO PARA PROBLEMAS DA FEIRA DO SÃO CAETANO

feirantesFoto Gabriel de Oliveira.jpg

Em reunião realizada na tarde de terça-feira (22), representantes das secretarias municipais da Agricultura e Meio Ambiente, Saúde (Vigilância Sanitária) e da Indústria, Comércio e Turismo e feirantes discutiram a situação da feira do São Caetano em busca de solução para os problemas que preocupam feirantes, consumidores e moradores do bairro. Os feirantes tomaram conhecimento da proposta da administração municipal de realizar o reordenamento do espaço, com setorização dos produtos, padronização das barracas e uniformização dos feirantes, além de medidas relativas à manipulação dos alimentos e para higienização.

Aos cerca de 70 feirantes que participaram da reunião foi reiterado que a organização da feira é uma exigência legal, disposta em normal federal que visa a garantia da qualidade dos produtos expostos sob fiscalização da Vigilância Sanitária, levando em conta o atendimento às reivindicações da população e dos feirantes que desejam segurança para sua atividade cotidiana.

Uma das etapas de organização das feiras já está em andamento na Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo. É o cadastramento dos feirantes que desejam formalizar o seu negócio, junto ao programa de microempreendedores individuais do Sebrae, assegurando alvará de funcionamento e localização e linha de crédito.

PROJETO AGRADA FEIRANTES

Para Adenilson Moreira Santos, feirante há 36 anos no São Caetano, fica claro o beneficio que cada feirante terá com as ações da Prefeitura. “Queremos saneamento, higienização, pavimentação e uma comercialização digna para os nossos clientes. Nosso maior problema é a falta de higiene no local. Com certeza com essas adequações teremos uma feira livre de verdade”, diz. Já as feirantes Jocelia Tavares e Andréia Conceição, dizem que as explicações deixaram claro que a aplicação desse projeto melhorará a vida de todos.

“Vivemos e dependemos da feira. Não queremos que essa melhora fique apenas na ideologia, mas na prática”, afirma Andréia Conceição. “Precisa mudar tudo. A feira está muito suja, sem segurança, sem sanitários para os feirantes. Espero apenas que não melhore pra mim, mas para meus colegas e meus clientes”, completa Jocelia Tavares. O encontro dos representantes da Prefeitura com os feirantes também contou com a presença de representantes do Sebrae e Caixa Econômica Federal.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *