Encontro debateu planejamento e competências nas escolas da rede

Professores e coordenadores pedagógicos da Rede Pública Municipal de Ensino de Itabuna discutiram sobre o desenvolvimento das competências de leitura e escrita no Ciclo de Formação Humana III, que corresponde aos anos finais do Ensino Fundamental 6º ao 9º ano. O debate aconteceu durante o 1º Encontro de Orientação de Estudos e Práticas do Ensino Fundamental Anos Finais, nos dias 25, 26 e 27 últimos.

Realizado pela Secretaria da Educação (SEC) de Itabuna, por meio da Assessoria do Ensino Fundamental Anos Finais, o encontro aconteceu no auditório do Centro Psicopedagógico da Educação Inclusiva (Cepei) e contou com a expressiva participação dos professores e coordenadores das áreas de Ciências Sociais, Expressão e Ciências da Natureza. A proposta primordial foi de discutir à prática educativa na perspectiva de superar as dificuldades encontradas no processo de ensino e aprendizagem

De acordo com a SEC, o encontro faz parte do Plano de Ação do Departamento da Educação Básica (DEB), tendo como objetivo assessorar e acompanhar as escolas que atendem ao Ensino Fundamental Anos Finais na elaboração e execução de projetos de intervenção no ensino e na aprendizagem. Segundo a professora Tânia Dias, assessora dos anos finais do DEB, o que se pretende é à construção das competências leitoras e escritoras dos estudantes, tendo em vista o resultado do diagnóstico aplicado aos alunos em 2013, o qual apresentou déficit nas competências supracitadas, considerando o Ciclo em que se encontram.

“Nesse sentido, o encontro constitui em mais uma instância de discussão e direcionamento do planejamento efetivo a ser desenvolvido na escola e, em especial, na sala de aula – lugar de construção e sistematização do conhecimento”, argumenta Tânia. A professora ressalta que a proposta de Assessoramento, referendada pela secretária de Educação, Dinalva Melo e por Márcia Lima, diretora do DEB, foi bem acolhida pelos educadores, coordenadores e gestores administrativos, pois a perceberam como mais uma possibilidade no trabalho de intervenção já realizado nas Unidades Escolares.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *