Escola Profissionalizante expôs criações de alunos

Mais 200 alunos da Escola Profissionalizante de Itabuna receberam, na quinta-feira, os certificados pela participação nos cursos gratuitos de cabeleireiro, manicure, artesanato, pintura, corte e costura, bordado e crochê, mantidos pela instituição. Antes, na quarta, os trabalhos foram apresentados em uma exposição que reuniu mais de 500 peças, entre roupas e confecções, artesanato, pinturas e artigos de crochê e bordados. A exposição mostrou parte do resultado do que foi trabalhado em sala de aula.

A mostra também serviu para a troca de experiência entre os alunos nas diferentes áreas do ensino profissionalizante, conforme destacou a diretora da Escola Profissionalizante, Maria Goretti Berbert. Segundo ela, a escola, mantida pela Prefeitura de Itabuna, sob a coordenação da Secretaria da Assistência Social, oportuniza a centenas de famílias dos bairros aprenderem uma profissão que lhe assegure uma fonte de renda. “O aluno que conclui o curso está apto a montar seu próprio negócio ou conquistar uma vaga no mercado de trabalho”, afirma.

Mais de 500 peças foram expostas Foto Gabriel de Oliveira 2Mais de 500 peças foram expostas

Maria Goretti destaca, por exemplo, os cursos de cabeleireiros e de corte e costura que contam com instrutores qualificados, capazes de preparar mão de obra de fácil absorção no mercado. Os cursos oferecidos pela Escola Profissionalizante são gratuitos e tem duração média de quatro meses, o que possibilita abrir vagas duas vezes ao ano para atender um maior número de pessoas que desejem qualificar-se.

O calendário de matrículas está em fase de conclusão e deverá ser divulgado nos próximos dias para a formação de novas turmas no segundo semestre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.