Liminar obriga a Trifil a cumprir normas de segurança e saúde do trabalho

A 3ª Vara do Trabalho de Itabuna, sul da Bahia, expediu liminar obrigando a Trifil a cumprir normas de saúde e segurança do trabalho na fábrica da rede instalada na cidade. A decisão da juíza Ingrid Heidi Boness foi tomada, na última sexta-feira (20), dois dias depois da morte do operário Joadson Bispo Oliveira, de 18 anos, que foi sugado por uma centrífuga da empresa. A liminar foi uma resposta ao pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT), que move uma ação civil pública contra a Trifil. A determinação estabelece que a empresa cumpra uma série de medidas para beneficiar os seus funcionários. Os prazos vão de oito até 60 dias após a companhia tomar conhecimento da liminar. Em caso de descumprimento, a Trifil deverá pagar R$ 50 mil por cada item que seja desobedecido. A primeira audiência do processo ocorre, nesta terça-feira (24), no fórum de Itabuna. O MPT pede uma indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 15 milhões. BN Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.