Mensalidade das autoescolas sofre reajuste a partir de julho na Bahia

1305657853791.jpg

Aqueles que estiverem planejando entrar na autoescola a partir de julho deste ano, terá que desembolsar um pouco mais de dinheiro. Os candidatos a primeira habilitação pagarão mais caro pelo serviço prestado nos Centros de Formação de Condutores (CFC´s). A determinação que estabelece simulações antes do início das aulas de direção em via pública, instituída pela Resolução 444/2013 do CONTRAN, complementada e alterada pela Resolução 473/2014, entrará em vigor a partir do dia 1º de julho e exigirá adequação das autoescolas que serão obrigadas a ministrar aulas nos simuladores.

De acordo com o presidente do Sindicato das Autoescolas e Centros de Formação de Condutores do Estado da Bahia (Sindauto – BA), Abelardo Filho, o reajuste será em média de 20%, o que pode representar uma variação de R$ 300 a R$ 500, a depender do valor praticado em cada CFC. “As empresas terão que fazer altos investimentos para atenderem esta determinação. Infelizmente, a natureza neste negócio não possibilita que o empresariado absorva esses custos sem repassar para a população”, afirma Abelardo Filho.

Além desta mudança, os futuros condutores que desejam enfrentar menos burocracia para conquistar sua primeira habilitação, terão que se antecipar. Também a partir do segundo semestre, as autoescolas só poderão matricular alunos que já tenham realizado as seguintes etapas, junto ao DETRAN-BA: aquisição do laudo e realização do exame médico (avaliação de sanidade física e mental e avaliação psicológica). “O sindicato sempre busca um diálogo no sentido de oferecer melhorias no serviço, mas sem prejudicar a sustentabilidade do negócio nem os alunos. No entanto, as empresas são obrigadas a cumprir as determinações dos órgãos de trânsito, ainda que elas prejudiquem a categoria”, explica o presidente.

Voz da Bahia

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *