OS BENEFÍCIOS DO ÓLEO DE COCO

beneficios-do-oleo-de-coco.jpg

Quem nunca ouviu falar que um alimento faz mal à saúde e, depois de várias pesquisas, descobriu que na verdade a carapuça de vilão não se enquadrava àquele item?

O mercado alimentício cresce a cada dia e cada vez mais lança alimentos que visam promoção e/ou manutenção da saúde. Porém, tem sido cada vez mais difícil para os consumidores administrar essa oferta e saber como incluir esses produtos na dieta de forma correta. As gorduras “boas”, por exemplo, tem sido super divulgadas em decorrência de seus efeitos benéficos e, principalmente, pelo auxílio que podem dar ao emagrecimento.

Tendo em vista o crescimento em busca de uma alimentação saudável, a crescente exposição do óleo de coco acabou criando uma corrida dos consumidores às aos supermercados, em busca de uma solução para perda de peso. Porém, é preciso ter cuidado: nenhum alimento é milagroso. O ideal é saber dosar a quantidade certa de cada componente da dieta. Isto é, não é porque o óleo de coco faz bem, que devemos abusar do seu consumo – ele continua sendo um alimento gorduroso! Para indivíduos com problemas no fígado, a atenção deve ser redobrada: como citado nos posts anteriores, o abuso de gordura pode gerar o seu acúmulo e consequentemente o aumento de peso.

Confira abaixo alguns benefícios do óleo de coco extra-virgem:

Ação antioxidante: diminui os radicais livres, devido à ação direta da vitamina E presente.
Redução do mau colesterol: reduz o LDL e evita que o mesmo se oxide. Por outro lado, pode promover o aumento do bom colesterol (HDL), contribuindo assim na prevenção e tratamento das doenças cerebrais e cardiovasculares.
Auxilia no processo de emagrecimento: Por ser um triglicerídeo de cadeia média (TCM), são facilmente absorvíveis pelo tratogastrointestinal e ao chegar ao fígado, são rapidamente transformados em energia e dificilmente se depositam no organismo, sendo utilizadas mais facilmente mesmo em condições de repouso.
Controla a compulsão por carboidratos: Ajuda principalmente para os diabéticos. Assim como os alimentos ricos em fibras, ajudam a manter níveis estáveis de insulina no sangue.
Melhora do sistema imunológico: Por conter o ácido láurico, o óleo de coco extra-virgem é capaz de ajudar a combater uma infinidade de bactérias, leveduras, fungos e vírus.
Regula a função intestinal: Tantos nos casos de constipação (prisão de ventre) como nos casos de diarreia, o óleo de coco pode ajudar a regular a função intestinal.
Hoje, a gordura do óleo de coco é a melhor opção para ser utilizada na preparação das refeições em substituição aos óleos de cozinha. Como dica, segue abaixo uma receita de molho para salada com óleo de coco e azeite extra-virgem:

Lembrando sempre que nenhum alimento é mágico. Nenhum indivíduo emagrece com saúde sem uma completa avaliação do seu metabolismo e da sua individualização bioquímica. Os resultados só surgem diante do desempenho nos treinos e uma boa alimentação.

Por Fernanda Calvo

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *