Pai Presente alcança a marca de 500 paternidades reconhecidas no próximo dia 15

pai_presente_aep_2 (1).jpg

Um grupo de 70 pais é esperado no dia 15 de maio, no Fórum das Famílias, Rua do Tinguí, Nazaré, para a abertura dos envelopes com o resultado do exame de DNA para confirmação ou não da paternidade de seus filhos.

O momento é sempre de emoção, desde 2010, quando foi criado o Programa Pai Presente, uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, em parceria com o Conselho Nacional de Justiça. Com este próximo grupo, o número vai passar de 500 pais, que geralmente ficam felizes ao tirar a dúvida.

O juiz da 6ª. Vara de Família, Alberto Francisco dos Santos, é um dos magistrados que decide a questão de alimentos e outras pendências relacionadas à paternidade. O Projeto Pai Presente é destinado apenas àqueles cuja paternidade ainda não foi reconhecida.

É fácil participar do Pai Presente: basta ligar para 0800 284 2252 ou 3372 5167 e informar o desejo de confirmar a paternidade. Também se pode mandar mensagem para o endereço paipresente@tjba.jus.br.

O trabalho é realizado em convênio com o Grupo de Apoio a Criança com Câncer, que oferece os serviços de seu Laboratório do Centro de Diagnóstico. Depois da coleta, os laboratoristas confrontam o sangue da criança com o do pai para a confirmação.

O Tribunal de Justiça oferece também o serviço nos balcões de Justiça e Cidadania ou nos núcleos de conciliação, nos casos em que se verifica alguma pendência no relacionamento entre os pais, especialmente em relação ao pagamento da pensão de alimentos, entre outras.

Texto: Ascom TJBA

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *