PREFEITURA DE ITABUNA GARANTE VAGAS PARA ALUNOS QUE ESTUDAVAM EM ESCOLAS ESTADUAIS

A Prefeitura de Itabuna vai garantir vagas para os alunos do 6º ano do ensino fundamental II egressos da rede estadual, que este ano não manterá mais turmas do ensino fundamental em suas escolas. A garantia foi dada pela secretária municipal de Educação, Dinalva Melo do Nascimento, a uma comissão de pais que esteve na Prefeitura na manhã de hoje. A secretária informou que pelo menos nove escolas da rede municipal vão disponibilizar as matrículas. “Nenhum aluno ficará fora da sala de aula por falta de vagas nas escolas municipais em Itabuna”, reforçou Dinalva.

A secretária da Educação orienta os pais ou responsáveis a procurarem uma unidade de ensino mais próxima de sua residência, o que dispensará a necessidade de despesas com deslocamentos de um bairro a outro. As unidades com vagas disponíveis na rede municipal são: Brasília Baraúna, no bairro São Roque; Centro de Atenção Integral à Criança Jorge Amado – CAIC, no Jardim Primavera; Escola Municipal Margarida Pereira, no Maria Pinheiro; Frederico Smith Lima, no Urbis IV; Eribaldo Dantas, no São Pedro; Lourival Oliveira, em Ferradas; Flávio Simões e Luiz Viana Filho, no Califórnia; e o Instituto Municipal de Educação Aziz Maron – IMEAM, no centro da cidade.

Dinalva Melo diz que o planejamento da Secretaria da Educação – SEC no início do ano foi elaborado justamente para que as famílias itabunenses das várias partes da cidade tenham o acesso a todas as modalidades de ensino oferecidas pela rede municipal de ensino. “Esta foi a melhor maneira que encontramos para atender nosso público estudantil, resultando numa forma prática, cômoda e econômica para as famílias”, afirma.

Ainda segundo a secretária, os estudantes foram agrupados nas escolas de acordo com a sua faixa etária e com mais segurança. Assim, cada escola tem condições de atender às necessidades educacionais dos alunos, respeitando a sua especificidade em relação aos Ciclos de Formação Humana, que é o sistema de ensino adotado na Escola Grapiúna.

A secretária lamenta, no entanto, que muitos pais tenham deixado para matricular os filhos depois do encerramento das matrículas na rede municipal, no ultimo dia 31 de janeiro, o que segundo ela tem dificultado muito o trabalho da Secretaria de Educação para início do ano letivo no próximo dia 27. “O município ainda não disponibiliza matrícula eletrônica, diferentemente da rede estadual baiana onde início do ano letivo está programado para o dia 10 de março.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *