PREFEITURA DE ITABUNA MOBILIZA COMUNIDADE PARA DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA

1º Cadastro Nacional de Doador de Medula Óssea.jpg

Para ampliar o número de doadores de medula óssea, diminuir a espera dos pacientes que estão na fila para transplante e salvar vidas, a Prefeitura de Itabuna realiza na próxima quarta-feira (14), às 15 horas, uma caminhada para chamar a atenção da população para a importância do cadastramento, saindo do Jardim do Ó, passando pela Avenida do Cinquentenário em direção à Praça Adami. Atualmente, a fila de transplantes tem mais de mil pacientes em espera.

A doação de medula óssea é voltada para pacientes que apresentam doença nas células do sangue, a exemplo de leucemia, anemia aplástica e linfomas. Em parceria da Prefeitura com a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GACC), também será realizado no município o 1º Cadastro Nacional de Doador de Medula Óssea.

Para se cadastrar no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) é preciso ter entre 18 e 54 anos, ter bom estado de saúde e não apresentar doença infecciosa transmissível pelo sangue. O cadastramento acontecerá de 16 a 18 de maio das 8 às 17 horas, ambulatório do GACC, no Hospital Manoel Novaes.

No ato de cadastramento será preciso apresentar documento de identidade com foto e preencher um formulário com dados pessoais. Serão coletados cinco mililitros de sangue para análise laboratorial, que identificará as características genéticas e apontará compatibilidades. Haverá ainda palestras e testemunho de doadores e pacientes transplantados.

A Secretaria Municipal da Saúde informa que a chance de encontrar doador compatível na família é de 25% enquanto fora da família é de um para cada 100 mil doadores. Caso a compatibilidade seja atestada, o transplante será organizado e custeado pelo Ministério da Saúde.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *