PREFEITURA DE ITABUNA VAI PLANTAR 3.500 NOVAS ÁRVORES NA CIDADE

mudas-de-cacau-seminal-excelentes-qualidade-100-9567-MLB20018850445_122013-O.jpg

Entre os eventos programados para o aniversário de Itabuna, no dia 28 de julho, está previsto o lançamento do projeto de arborização da cidade. Serão plantadas 3.500 árvores, que já foram adquiridas pela Prefeitura. O projeto foi solicitado à Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente pelo prefeito Claudevane Leite, visando o embelezamento da cidade e a promoção da melhoria da qualidade de vida, já que a arborização, além do aspecto paisagístico e do sombreamento, ajuda na absorção da poluição e na proteção contra ventos, por exemplo.

O Projeto Municipal de Arborização começará contemplando as avenidas Manoel Chaves, Ilhéus, Princesa Isabel, Aziz Maron, Mário Padre, Juracy Magalhães e José Soares Pinheiro, bem como praças periféricas, margens de córregos, calçadas ou passeios largos. Outra ação importante será a assepsia (limpeza e poda correta) das árvores já existentes na cidade, a exemplo dos ipês plantados no início da Avenida Princesa Isabel.

Segundo o secretário Lanns Almeida Filho, as mudas, também chamadas de indivíduos, vêm do Paraná e devem chegar a Itabuna na próxima semana. São duas mil árvores em estágio juvenil (com altura variando de 2,0 a 2,5 metros) e 1.500 em estágio jovem (com altura máxima de 0,6 metros). Entre as espécies constam Ipê Amarelo, Branco e Roxo, Quaresmeira, Jacarandá Mimoso, Pau Brasil, Cedro e Angico Branco do Morro.

Também serão plantadas espécies frutíferas nativas, como Acerola, Goiaba branca e vermelha, Araçá Vermelho e Pitanga, já que foi constatado o retorno espontâneo de aves da família dos psitacídeos, maritacas e periquitos, que precisam dessas árvores em locais estratégicos da cidade, a exemplo da Beira-Rio e da Praça do São Caetano.

Lanns Almeida explicou que o plantio de todas as árvores ocorrerá com base nos diagnósticos realizados pela equipe da Seagrima e terá como meta a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) que preconiza uma densidade mínima de 12m² de área arborizada por pessoa. O projeto vai ampliar as áreas arborizadas em Itabuna, além de ordenar o plantio feito sem orientação por moradores, auxiliando-os na escolha dos locais apropriados. Toda a parte técnica tem sido conduzida pela Diretoria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Seagrima, com a orientação do Engenheiro Florestal Professor Dsc Dan Lobão.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *