SECRETARIA DA EDUCAÇÃO ADEQUARÁ PROPOSTA DA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL DE ITABUNA

Fachada da IMEAM Foto Wilson Oliveira 3.jpg

Com base no Parecer Opinativo do Conselho Municipal de Educação (CME), os corpos docente e administrativo do Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (Imeam), técnicos e assessores da Secretaria da Educação (SEC) iniciaram neste mês o processo de análise e discussão das recomendações sobre a posposta político-pedagógica da Escola de Tempo Integral no Município de Itabuna, visando adequações e a construção do Projeto Político-Pedagógico, bem como a legitimidade da proposta itabunense junto ao CME e ao Ministério da Educação (MEC).

Implantada como escola-piloto na Rede Municipal de Ensino desde 2010, o Imeam atende em tempo integral 500 alunos do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental, com uma jornada ampliada na qual os alunos participam de diversas oficinas. De acordo com o Parecer Opinativo, aprovado por unanimidade pelo Conselho Pleno do CME, em dezembro de 2013, a continuidade da proposta da Escola de Tempo Integral no Município de Itabuna é viável desde que, num prazo de um ano, sejam atendidas todas as recomendações, ajustes e adequações sinalizadas pelo colegiado. A Secretaria da Educação espera legalizar a Escola em Tempo Integral para implantá-la em outras unidades da rede.

Segundo explicou a diretora do Imeam, professora Joana da Silva Lima, a escola está providenciando toda a documentação necessária à legitimidade do processo de autorização, bem como a construção do Projeto Político Pedagógico de acordo com as normas legais, considerando as reais necessidades da comunidade escolar, com base no parecer do CME. Ela chama atenção para o documento do Conselho Municipal de Educação que reforça a concepção da Escola em Tempo Integral como um importante instrumento social para o Município.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *