SECRETÁRIO DESTACA AVANÇOS NO ATENDIMENTO À POPULAÇÃO E NO COMBATE À DENGUE

Secretário de Saúde de Itabuna Eric Ettinger - Foto Pedro Augusto

Decorridos 30 dias da incorporação de mais seis novos médicos dos programas federais Programa de Valorização da Atenção Básica- Provab- (cinco) e Mais Médicos (um) à rede de unidades de SAÚDE de Itabuna, o secretário Eric Ettinger avalia que há avanços no atendimento à população. Os novos profissionais estão atuando nas unidades Amália Lessa, no Novo São Caetano; Nilton Ramos de Almeida, no Mangabinha; Simão Fitterman, no São Pedro; e Ubaldo Dantas, no Novo Fonseca, depois de acolhido sem solenidade no auditório da Santa Casa de Misericórdia.

Para o secretário municipal da SAÚDE, a chegada dos novos profissionais reforça o programa de recuperação da Atenção Básica iniciado há dois anos pela atual administração municipal, inclusive com reformas e requalificações que já beneficiaram 12 unidades de saúde. Mais unidades passam por obras nos bairros Pedro Jerônimo, Mangabinha, Urbis IV, Ferradas e Vila das Dores com previsão de serem entregues ainda neste semestre à população.

“Estamos cumprindo a determinação do prefeito Claudevane Leite com a execução pela Secretaria Municipal de SAÚDE de arrojado programa de recuperação de postos de saúde para que a população seja bem atendida”, afirma Eric Ettinger. “Há todo um esforço no sentido de garantir segurança, conforto e qualidade no atendimento. Para isso, a Prefeitura tem investido recursos do Tesouro Municipal e repasses do Governo federal, por meio do Ministério da Saúde”, acrescenta.

UPA 24 HORAS

Com INVESTIMENTO de R$ 2,380 milhões do governo federal e contrapartida do Tesouro Municipal, a Prefeitura constrói a segunda Unidade de Pronto Atendimento (UPA – 24 Horas), do tipo II, dessa vez no bairro Fonseca, na zona sul. O cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde segue adiantado. Já foram concluídas as fundações e começam a ser erguidas paredes do primeiro módulo, onde vão funcionar salas da diretoria, alojamentos, central de gás, arquivo, almoxarifado, banheiros para funcionários, farmácia e laboratórios.

Ainda nesse primeiro semestre começa o segundo módulo, onde serão construídas salas de raios-X, eletrocardiografia, leitos de observação, consultórios médicos e sala de estabilização. Essa fase dependerá da liberação de recursos pelo governo federal. Quando concluída, a UPA 24 Horas terá até 12 leitos de observação, capacidade para atender diariamente 300 pacientes e ajudará a desafogar os prontos socorros dos hospitais.

A segunda UPA – 24 Horas está sendo construída em uma área de 1.800 metros quadrados. Além do Fonseca, vai atender os moradores dos bairros São Caetano, Novo São Caetano, Gegeu Rocha, Maria Pinheiro, Daniel Gomes, Jardim Primavera, Novo Jaçanã, Jaçanã, Núcleo Habitacional da Ceplac, São Pedro, Vila Anália, Novo Fonseca, Vale do Sol, Pedro Jerônimo, Carlos Silva e Santa Clara.

No bairro Monte Cristo, na área norte da cidade, já está praticamente concluída, a construção da UPA – 24 Horas, que vai atender aos moradores daquele bairro, além do São Roque, Santa Inês, Parque Verde, Califórnia, Nova Califórnia, Parque Boa Vista, Antique, Vila das Dores, Fátima e dos condomínios residenciais Pedro Fontes I e II, Jardim América I e II e Itabuna Parque. A Prefeitura trabalha para a aquisição de mobiliário e equipamentos médicos e hospitalares.

Planejadas para resolver mais de 90% das urgências e emergências, como pressão, febre alta, fraturas, cortes e até infarto e derrame, as UPAs funcionarão 24 horas por dia, sete dias por semana. Os pacientes já sairão da unidade com o diagnóstico sobre sua situação de saúde. A previsão é que a unidade do Monte Cristo seja inaugurada no segundo semestre.

 APORTE DE RECURSOS

Como parte dos esforços para assegurar o atendimento à população, a Prefeitura garantiu aporte de R$ 1 milhão aos prestadores de serviços de saúde pelo Governo do Estado a partir do mês de março. Para o secretário municipal de Saúde, Eric Ettinger,a verba resulta do permanente diálogo da Prefeitura de Itabuna com o Governo do Estado e vizinhos municípios para a oferta de um melhor serviço na rede de atendimento.

“Após 14 meses conseguimos os recursos que faltavam para recompor a gestão plena. Não é a totalidade, mas boa parte. Continuaremos as gestões para conseguir o restante. Agradecemos a sensibilidade do governador Rui Costa e do secretário da Saúde, Fábio Villas Boas, por aportar os recursos”, explicou.

Fruto de uma intensa e prolongada negociação, a garantia do aporte de R$ 1 milhão para contratação direta de prestadores de serviço do SUS, como a Santa Casa de Misericórdia, representou alívio para a Prefeitura de Itabuna, pois tranquiliza não apenas a administração municipal, como também clínicas e hospitais que atendem à população, que é, finalmente, quem mais ganha com a decisão do Governo do Estado. Essa é a opinião do prefeito Claudevane Leite que afirma estar grato pelo interesse demonstrado pelo governador Rui Costa e pelo empenho dos secretários estaduais de Relações Institucionais – Serin, Josias Gomes, e da Saúde, Fábio Villas-Boas.

O alívio permitiu à Secretaria Municipal de Saúde repassar uma cota extra de R$ 80 mil mês, retroativa a 1º de março para a Maternidade da Mãe Pobre. O acordo foi firmado entre o secretário da Saúde, Eric Ettinger, e a direção do estabelecimento de saúde. “Sempre priorizamos a maternidade, o Cemepi – que também vai receber um valor extra -, o Manoel Novais, o Calixto Midlej Filho, o Hospital de Base e até o São Lucas, que nunca teve alteração de suas cotas nem ficou sem receber da Prefeitura”, disse.

COMBATE À DENGUE

Desde o inicio do ano que as ações de combate a dengue no município têm sido reforçadas com a contratação de mais 65 agentes de combate às endemias, dos quais 54 já foram incorporados ao trabalho de campo.Para qualificar o atendimento aos pacientes com sintoma da dengue e melhorar o diagnóstico médico, a partir da próxima semana começa a funcionar um novo laboratório para exames sorológicos na Unidade de Pronto Atendimento da Dengue e Chikungunya.

O laboratório é resultado da parceria com a Secretaria de Saúde da Bahia – Sesab-, que doou os equipamentos que têm capacidade para fazer até 300 exames diários, com resultados em no máximo 10 dias.Com isso, médicos e os pacientes de Itabuna não precisarão esperar mais de 15 a 20 dias para saber o resultado do teste sorológico que determina se a pessoa está mesmo com dengue e qual o tipo da doença.

Com a implantação do laboratório, o atendimento a pacientes com suspeita de dengue terá o atendimento otimizado, agilizando o diagnóstico e a prescrição médica. Antes, após a coleta de sangue do paciente em Itabuna, amostras eram encaminhadas para análise no Laboratório Central – Lacen, em Salvador.

Além de atender às requisições de exames de sangue de pacientes das unidades básicas de saúde, Unidade de Pronto Atendimento da Dengue e Chikungunya e hospitais do município, o novo laboratório também será responsável pelos testes de sorologia de pacientes dos municípios que integram o Núcleo Regional da Sesab (antiga 7ª Dires). No laboratório foram instalados equipamentos como leitores de microplacas para teste de Elisa e lavadora de microplacas, além de geladeira, computador e impressora.

Atualmente na Unidade de Pronto Atendimento da Dengue e Chikungunya, anexa ao Centro de Saúde José Maria de Magalhães Neto (antigo SESP), além da triagem de mais de 300 pessoas,são realizados entre 80 e 120 atendimentos médicos diários. Pacientes com os sintomas da dengue são atendidas na unidade, entre as 7 às 19 horas, todos os dias da semana, incluindo feriados.

PMI

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *