Terremoto atinge Afeganistão, Índia e Paquistão

Pelo menos 11 pessoas morreram e 150 ficaram feridas, em um balanço inicial, após o terremoto de magnitude 7,7 na escala de Richter que atingiu esta segunda (26) no norte do Afeganistão. As informações são das agências France Presse e EFE.

O tremor de terra abalou a região hindu de Kush, no Afeganistão, sendo também sentido fortemente na Índia e no Paquistão, segundo o centro de sismologia European-Mediterranean Sismologic Center (EMSC).

Pessoas aguardam atendimento depois de terremoto na Índia

As primeiras informações da EFE indicam que pelo menos 11 paquistaneses morreram e 50 ficaram feridos na sequência do tremor, na província de Khyber Pakhtunkhwa, enquanto a France Presse fala de 100 feridos em Swat Valley, no Norte do Paquistão.

De acordo com o centro de sismologia, o tremor de terra ocorreu a 190 quilômetros de profundidade às 14h09 locais (07h09 em Brasília) e o epicentro foi em uma área remota do Leste do Afeganistão, 250 quilômetros ao norte de Cabul.

Por sua vez, o Instituto Geológico dos Estados Unidos também confirmou o sismo, porém com magnitude de 7,5 e a uma profundidade de 213,5 quilômetros. A autoridade geológica do Afeganistão falou inicialmente em um terremoto de 8,1 na escala de Richter, mas corrigiu a intensidade para 7,7 e, posteriormente, para 7,5.

Segundo notícia da France Presse, o abalo durou cerca de um minuto e foi sentido também em Cabul, Islamabad (Paquistão) e Nova Deli (Índia), mas não afetou o Nepal, que foi atingido por um forte terremoto em abril.

Em Islamabad e Nova Deli milhares de pessoas fugiram para as ruas após o violento tremor, que sacudiu vários edifícios.

Em Cabul, o Governo afegão colocou em estado de alerta todos os hospitais do país, mas não adiantou qualquer outra informação sobre vítimas ou danos materiais.

Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.