“UM DIA DAS CRIANÇAS” PARA ENTRAR PARA A HISTÓRIA… REAL

brinquedos RicardoMascarenhas.jpg

Toda criança gosta de histórias. De fadas. De bruxas. De pessoas espertas. De finais felizes. Mais do que isso, toda criança carrega consigo a capacidade de trazer para o mundo real reflexos daquilo que vivencia em termos de fantasia e imaginação. Eis, então, que, quase que num “passe de mágica”, a fantasia e a imaginação estão ali, bem pertinho de cada uma delas. Com as presenças de Mônica, Cebolinha, Tigor T. Tigre, Moranguinho, Tchutchucão. Foi assim que Prefeitura de Itabuna, através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) realizou neste domingo (12), a Festa do Dia das Crianças, na praça Rio Cachoeira.

Com um palco gigantesco e brinquedos espalhados ao longo de toda a praça Rio Cachoeira, as crianças se divertiram com 4 pula-pulas, 12 camas elásticas, 2 tobogãs, 2 touros mecânicos, 2 inflados de futebol de sabão, 2 equipamentos de slackline, 2 estilingues humanos, 1 tombo legal, 2 piscinas de bolinhas, 1 inflado de luta de cotonete, 1 inflado de boliche humano e 1 jato de banho de espuma. Tudo isso com acompanhamento de 50 monitores.

A diversão ficou por conta do palco gigante superequipado com suporte avançado de luz e som. Apresentaram-se a banda “Superfantástico”, “Pepa Pig”, “O Circo com Os Palhaços Mágicos”, “Dora Aventureira”. A cada nova apresentação, crianças e pais enchiam os olhos de brilho. Os sorrisos das crianças davam a exata dimensão do nível de encantamento provocado por cada um dos espetáculos.

Muitas brincadeiras foram feitas também no palco, com música e coreografias. As crianças que participaram foram presenteadas com 200 brinquedos dos mais diversos tipos (jogos educativos, bolas, bonecas, estilingues e carrinhos). Também não houve lugar para a fome durante a festa: três mil kits foram distribuídos para a meninada com pipoca doce ou salgada, pirulito, chocolate, balas e chicletes.

O público correspondeu com a presença. Segundo os cálculos da Polícia Militar, 10 mil pessoas estiveram presentes no evento. Dona Neuza Soares (31 anos), moradora do São Caetano, levou os dois filhos (um de nove anos e uma de seis) e ainda dois sobrinhos (12 anos e sete anos). Segundo ela, “a FICC está de parabéns pela qualidade da festa. A cidade ficou bonita, animada, tudo do bom e do melhor”. A mesma constatação partiu de Fernando José Castro Lima (37 anos), pai de Eduardo Davi Vinhedo Lima (nove anos), que moram na Mangabinha. “Não tem como a gente não se divertir numa festa como essa, olha o sorriso do Davi. Não há dinheiro que pague essa felicidade!”, disse apontando para o filho.

Durante o evento, não foram registradas nenhuma ocorrência grave, exceto alguns casos isolados de crianças desaparecidas que foram prontamente resolvidos pelos organizadores. Ricardo Mascarenhas, assessor de Acompanhamento da Gestão da FICC, disse que “a fundação investiu em um dia especial para nossas crianças e o resultado não poderia ter sido outro, a não ser o do sucesso”. A realização da festa contou com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), Guarda Civil Municipal, Juizado de Menores, Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente (CMDCA), Secretaria de Transporte de Trânsito (SETTRAN) e Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA). A festa, do ponto de vista de quem foi, viu e gostou, terminou com gostinho de “quero mais”.

Texto: Eric Thadeu Nascimento Souza (ASCOM / FICC).
Fotos: ASCOM / FICC.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *