VILA ANÁLIA GANHA OBRAS QUE ESPEROU POR 30 ANOS. MORADORES COMEMORAM

Nadir Foto Pedro Augusto.jpg

“Fico quase que o dia inteiro olhando os homens fazendo essa transformação nesse bairro”, conta a aposentada Nadir Pereira dos Santos, uma das fundadoras do Vila Anália, diante de uma realidade que começa a mudar no bairro. Depois de mais de 30 anos sem receber obras de infraestrutura, o Vila Anália vê chegar o saneamento básico e a pavimentação de ruas. Nadir Pereira dos Santos, diz que chegou acreditar que morreria sem ter o seu maior sonho realizado, que era implantação da rede esgoto e pavimentação da Rua Juarez Távora.

Mais do que calçadas e paralelepípedo cobrindo a terra e acabando com o pesadelo da poeira no verão e da lama nas chuvas, o trabalho da Prefeitura de Itabuna melhora a vida da população do Vila Anália e valoriza os imóveis, deixando ainda mais satisfeitos os moradores, como o policial Roque Pereira de Jesus. Ele diz: “Eu estava entre aqueles que tentaram vender a casa porque não contávamos com infraestrutura. Hoje por preço nenhum vendo meu imóvel”. Como Roque, muitos moradores que já estavam prontos para sair do bairro desistiram de se mudar.

Os moradores contam que antes do início do trabalho da Prefeitura, era fácil encontrar imóveis com placa de venda ou aluguel em quase todas as ruas do bairro. Este sentimento de valorização chegou junto com as equipes da Emasa e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) que trabalham na instalação de redes de água e esgotamento sanitário, com ligações domiciliares em substituição às precárias redes antes existentes; no assentamento e reforma das calçadas, na pavimentação e na construção do canal de macrodrenagem na Rua B com 150 metros de extensão.

Os moradores Antônio Carlos Pereira Santos, Luciana Neres Reis, Débora Matos Pereira e Antônio Carlos de Souza afirmam que lutavam há anos para que o bairro fosse beneficiado com esgotamento sanitário e pavimentação. “Tinha até vergonha de convidar uma pessoa para visitar minha casa, porque o esgoto corria pelo meio da rua. Era uma fedentina horrível”, lembra Antônio Carlos de Souza, morador do bairro há 21 anos.

A moradora Debora Matos Pereira afirma que, por causa do abandono das ruas, precisava implorar pelos serviços de entrega de gás e corrida de táxis. “Precisava enganar o taxista informando que morava em outra rua. Quando chegava aqui era uma briga danada”, afirma Debora Matos, que até fez filmagem dos trabalhando para publicar nas redes sociais.

Além da Juarez Távora, estão sendo pavimentadas, nesta primeira etapa, as ruas A, B, C e D, que também foram beneficiadas com implantação de rede esgoto, drenagem, assentamento de meio-fio e construção de passeio. De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro, por determinação do prefeito Vane, todas as ruas do Vila Anália serão contempladas.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *